A Cúpula de Stephen King

  • Editora: Bertrand
  • Páginas: Vol. 1 – 536; Vol. 2 – 656
  • Género: Ficção
  • Ano da Primeira Publicação: 2009

Classificação: 4/5

Toda a gente conhece o Stephen King: alguns pelos inúmeros livros que ele já escreveu; outros (como eu) por ter visto já imensos filmes e séries começar com a referência “baseado na obra de Stephen King”.

Nunca li nada dele e sentia uma certa vergonha por isso. Foi por isso que na última semana fui à biblioteca municipal e requisitei uma das suas obras mais conhecidas: Under the Dome (em português A Cúpula).

O livro conta-nos a história de Chester´s Mill, uma pequena cidade no Maine que certo dia se depara com uma espécie de cúpula à sua volta que a isola do resto do mundo. Ninguém parece conseguir transpor este campo de forças desconhecido, nem o exército dos EUA com as suas mais avançadas armas bélicas e químicas. Durante uma semana, os habitantes de Chester’s Mill têm de sobreviver com os recursos de que dispõe o que gera pânico e medo. É neste ambiente claustrofóbico, que começa a surgir um microestado dentro da cúpula liderado por um Big Jimmie, a figura mais poderosa da cidade. Sucede que Big Jimmie tem a sua própria agenda que parece só ter a ganhar com a cúpula. Aos poucos, a cidade começa a transformar-se num Estado tirano onde todos compactuam com as injustiças, ora porque querem dominar, ora porque querem ser dominados.

Todavia, um grupo de cidadãos liderado por um veterano de guerra chamado Dale Barbara opta por não se submeter à tirania do regime de Big Jimmie lutando contra ele e tudo aquilo que representa. E assim, os habitantes daquela pacata cidade preferem travar os seus próprios jogos de por a lutar contra o seu inimigo comum: a própria cúpula.

Under the Dome é um livro com cerca de 1000 páginas (divido em dois volumes). Parece assustador e aborrecido pegar num livro tão grande mas cada página vale a pena. Stephen King é um verdadeiro mestre a contar histórias sendo-me agora óbvio o interesse de Hollywood nos seus livros. Under the Dome é um livro sobre a natureza humana e o seu lado mais negro. Os habitantes de Chester’s Mill podiam ser os habitantes de uma qualquer outra cidade do mundo: pessoas tementes a Deus, maridos e pais carinhoso, donas de casa cuidadosas e vizinhos altruístas. Tudo isto altera-se com a entrada em ação do instinto de sobrevivência que acaba por tornar estas pessoas ordinárias em pessoas verdadeiramente extraordinárias, no pior sentido.

O medo e o pânico são armas poderosas que levam a que o ser humano compactue com as maiores atrocidades.

King escreve magistralmente criando sequências frenéticas que não permitem ao leitor momentos de distração. As personagens são complexas e imprevisíveis contribuindo ativamente para uma uma constante sensação de angústia quanto ao seu destino.

O livro é igualmente negro e delicioso. Apesar das atitudes questionáveis de todas as suas personagens, terminada a leitura, é inegável a falta que se sente dos habitantes de Chester’s Mill.

Para os que viram a série, cumpre-me dizer que o livro nada tem que ver com a mesma. Eu confesso que não vi mas pesquisei e percebi que os criadores da série seguiram um rumo diferente do livro tendo até obrigado o Stephen King a fazer um comunicado para apaziguar a ira dos fãs que criticaram severamente a série. Para terem ideia do quão diferente será, King pediu aos seus leitores para pensar na série como uma realidade alternativa dos eventos contados no livro.

Queres ler este livro? Podes encontrar o Vol 1 aqui e o Vol 2 aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *