Autor do Mês Livros

Junho: Natalia Ginzburg

O espaço Autor do Mês pretende desafiar todos a ler um Autor não tão conhecido e, que normalmente, não leriam. Sem grandes pretensões, vão ser aqui apresentados Autores de vários países que não sendo sucessos de vendas em Portugal, merecem ser lidos pela pertinência e qualidade do seu trabalho.

Como Autora inaugural, elegi Natalia Ginzburg que muitos poderão ou não conhecer. De nacionalidade italiana, Natalia Ginzburg nasceu a 14 de julho de 1916 em Palermo sendo que foi em Turim que passou a maior parte da sua infância e juventude. Desde cedo Natalia demonstrou ter uma consciência social e política bastante apurada tendo, ao longo da sua carreira, lutado contra o fascismo, a violência sexual, a destruição da vida rural, entre outras causas. Em 1983, fruto do seu claro ativismo, Natalia foi eleita Deputada do Parlamento italiano tendo desenvolvido uma carreira política relativamente profícua. Por essa altura, já a Autora havia construído uma carreira sólida na escrita. O seu primeiro romance, La strada che va in città (O caminho da Cidade), foi publicado em 1942 sob o pseudónimo de Alessandra Tornimparte. Isto porque o seu marido era um conhecido anti-fascista sendo possível que ao conhecer-se a verdadeira identidade de Natalia, nunca ela conseguisse publicar o que quer que seja. Assim, começou uma carreira de mais de 50 anos onde o principal foco foi as intricadas relações da família e o papel reservado, nesse contexto, às mulheres.

Vivendo no meio de uma tirania, Natalia viu os seus três irmãos presos evidenciando-se, na sua escrita, a exploração, a par do conceito de família, de temas políticos do antes e pós Segunda Grande Guerra. Bastante descritivos, os seus livros levam o leitor numa viagem no tempo, permitindo um enorme contacto com as ruínas do fascismo e Guerra na Europa.

Este mês lerei da Autora “Todos os Nossos Ontens” que versa, precisamente, sobre a relação de um genro com o seu sogro que, em tempos, foi um subversivo.

(2) Comments

  1. Nunca li nada dela… E desde as fotos, e depois de ler este teu artigo, e desse título que AMEI, acho que vai para a wishlist e assim que for oportuno (leia-se carteira) vou comprar 😘

    1. Daniela Guimarães says:

      Eu vou iniciar na proxima semana a minha aventura com a Natalia ☺️ Acho que me vou identificar muito com ela pela vida que levou e por ter sido uma ativista incrível. 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *